Imagem ilustrativa

Estacas Tipo Franki

Este tipo de estaca moldada "in loco", com base alargada e com tubo recuperado ou não, é obtido pela introdução de material granular ou concreto através de golpes de um pilão. Devido ao seu processo executivo, deve-se levar em conta condições de vizinhança e peculiaridades do local. Os diâmetros usuais são 300, 350, 400, 450, 500, 520, 600, e 700mm. As profundidades podem atingir até 30m. A execução consiste na cravação de um tubo de aço, cuja ponta é fechada por uma bucha de pedra e areia sobre a qual bate um pilão de queda livre de peso de 1 a 3 toneladas que arrasta o tubo por atrito, obtendo-se ao final da cravação uma fôrma estanque. O comprimento determinado em projeto é verificado pela nega, que é tirada com 10 golpes de 1 m e 1 golpe de 5 m de altura de queda.

Depois de obtida a nega, o tubo é levantado ligeiramente e mantido imóvel pelos cabos dos Bate-Estacas, e a bucha é expulsa pelos golpes do pilão. Introduz-se concreto seco sob golpes para a formação da base alargada. É necessário que os últimos 150 l de concreto sejam introduzidos com uma energia mínima de 250tfm para estacas até 450mm, e 500tfm para estacas superiores a 450mm. Feita a base é colocada à armadura com barras longitudinais e estribo espiral soldado, e procede-se a concretagem do fuste da estaca apiloando-se o concreto em pequenas quantidades com retirada simultânea do tubo, mantendo-se concreto dentro do tubo, suficiente para impedir a entrada de água ou solo. Em situações especiais, pode-se cravar a tração, isto é, com auxilio dos cabos o tubo é introduzido no terreno com ponta aberta, e o solo no interior do tubo removido com auxilio de piteira.

Os problemas básicos dessa estaca dizem respeito a encurtamento de ferragem (decorrente de concretagem inadequada ou deformação do fuste) e levantamento de estacas já executadas quando da execução de estacas próximas. Quando existem camadas muito moles de grande espessura ou quando as condições locais não permitem a execução de estaca Franki comum (esforços de arrancamento para extrair a camisa) usa-se estaca Franki entubada. Crava-se um tubo de parede 8 a 10mm, e executa-se a base e a concretagem, o tubo não é sacado. Pode-se ainda cravar o tubo normal e introduzir outro tubo mais fino para se concretar o fuste.

Centro de informações

19 3241-2699
balbino@balbino.com.br
© 2009-14 Balbino Fundações
Web design UNIQA
enviar e-mail para enviar e-mail para